LIMPEZA DENTAL E REMOÇÃO DE TÁRTARO

PREVINA O MAU HÁLITO E AS DOENÇAS GENGIVAIS.

DEVO FAZER LIMPEZA E RASPAGEM GENGIVAL TODO ANO?

Sim.

Nós recomendamos visita anual ao dentista para limpeza e remoção de tártaro, com o objetivo de manter a saúde bucal e garantir que você não tenha perda óssea na região das raízes dos dentes (evitando que eles amoleçam) e também para garantir a saúde de todo o organismo.

Pesquisas recentes sugerem que a relação entre as doenças gengivais e diabetes é uma via de mão dupla.

Não somente as pessoas com diabetes são suscetíveis às doenças gengivais, mas também a doença gengival pode ter o potencial de afetar o controle glicêmico no sangue e contribuir para o aparecimento da diabetes.

Pessoas com diabetes têm um risco aumentado para doenças gengivais avançadas porque os diabéticos são geralmente mais suscetíveis às infecções bacterianas e têm uma diminuição na capacidade de combater as bactérias que invadem o tecido gengival.

As doenças gengivais também aumentam o risco de doenças cardíacas, Acidente Vascular Cerebral (AVC) , e nas grávidas aumenta as chances de parto prematuro.

Você sabia que a partir dos 35 anos de idade podemos começar a ter perda óssea natural do envelhecimento?

Imagine se você também tiver perda óssea na região da raízes dos dentes causada por doenças gengivais.

A combinação da perda óssea por envelhecimento e a perda óssea por doença gengival costumamos chamar de Combinação Explosiva (termo que adotamos para facilitar a compreensão e a prevenção da doença gengival).

Esta combinação pode, em casos graves, causar o amolecimento dos dentes por perda do suporte ósseo que envolve as raízes dos dentes.

SINAIS E SINTOMAS DA DOENÇA GENGIVAL E DOENÇA PERIODONTALA doença periodontal nem sempre apresenta dor, por isso é importante estar ciente de qualquer um dos sintomas abaixo:

– Gengiva sangrando espontaneamente;

– Gengiva que sangra facilmente durante a escovação ou o uso de fio dental;

– Gengiva inchada, vermelha ou dolorida;

– Gengiva retraída;

– Mau hálito persistente ou gosto ruim na boca;

– Dente com mobilidade (dentes moles);

– Aparecimento de “espaços” entre os dentes;

– Próteses parciais que se desajustaram;

– Pus visível em torno dos dentes e gengiva;

– Dores agudas ao mastigar os alimentos;

– Dentes excessivamente sensíveis à temperaturas frias ou quentes.

R. Curitiba, 1040 - Centro, Junqueirópolis - SP,

FONE:(18) 3842-2371

FONE:(18) 9000-2371